Oxitocina: o hormônio do amor

Os Três Pilares do Relacionamento de Casal
16 de setembro de 2017
Costumes sexuais da Antiguidade
25 de setembro de 2017

Oxitocina: o hormônio do amor

A Oxitocina é um hormônio produzido no hipotálamo, que é conhecido como hormônio do amor, pois costuma ser liberado quando estamos perto de nossos parceiros. “Quando isso acontece, os níveis de cortisol (hormônio do estresse) diminuem no organismo. Também está intimamente ligada à sensação de prazer e de bem estar físico e emocional e à sensação de segurança e de fidelidade entre o casal.

Para especialista na terapêutica da obesidade, a principal função da oxitocina é estreitar o vínculo afetivo entre mãe e filho, além disso, é o hormônio que faz com que o útero contraia no final da gravidez para que o bebê nasça. “A oxitocina nos homens tem a capacidade de deixá-los menos agressivos, mais amáveis e com comportamentos sociais mais adequados, embora sua atuação seja muitas vezes bloqueada pela ação da testosterona.

Quais são os benefícios de estarmos apaixonados para o nosso corpo?

Muitos, pois liberamos diversos hormônios que contribuem para o bom funcionamento do nosso organismo porque nosso cérebro libera, além da oxitocina, um hormônio chamado endorfina, que estimula o corpo inteiro e traz uma série de benefícios à saúde. O cérebro recebe mais sangue e melhora suas atividades, tornando-as mais intensas quando pensamos em quem amamos.

 

 

NAS MULHERES

O hormônio melhora a libido feminina, aumentando a lubrificação e o tônus vaginal. Intensifica a experiência do orgasmo e a memória de sensações prazerosas.

 

NOS HOMENS

Aumenta a sensibilidade do pênis no ato sexual e a frequência das ereções. Intensifica o orgasmo pela contração estimulante das estruturas penianas e da próstata. Aumenta o volume do esperma.

 

 

O QUE ESTIMULA A PRODUÇÃO

Contato físico, abraços, massagem, atividade física, contato sexual e atividades como canto e leitura.

 

O QUE REDUZ A PRODUÇÃO

Isolamento ou solidão, ansiedade, depressão, estresse crônico e as deficiências nos hormônios sexuais.

 

1 Comentário

  1. Ednéia vieira disse:

    Gostaria de saber se encontro oxitocins nas farmacias e drogarias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *